Os relatos do êxodo no período helenístico

  • Willibaldo Ruppenthal Neto

Resumo

Este artigo visa analisar os relatos do êxodo no período helenístico a partir da compreensão de que esta história se torna um elemento constitutivo da identidade judaica, ao mesmo tempo que sofre reformulações a partir da leitura de gregos e egípcios. São apresentados, portanto, os relatos de Hecateu de Abdera, Manetão, Lisímaco, Querémon e Apião, assim como são identificadas as transformações no mesmo por parte de judeus como Artapanus e Ezequiel. Trata-se, portanto, de um estudo a respeito da leitura de uma tradição judaica em um contexto helenístico, no qual a comunidade judaica no Egito crescia e a hostilidade egípcia à mesma também.
Publicado
Ago 7, 2019
##submission.howToCite##
NETO, Willibaldo Ruppenthal. Os relatos do êxodo no período helenístico. Revista Teológica, [S.l.], n. 13, p. 31-38, ago. 2019. ISSN 2674-7898. Disponível em: <http://ead.teologica.net/revista/index.php/teologicaonline/article/view/182>. Acesso em: 29 nov. 2021.
Seção
Artigos